MEU RIO DE JANEIRO

Lalalaué, lalailá
Lalalaué, lalailá

Refrao:

Eu vejo o Cristo Redentor
Em cima do Corcovado
Sempre de bracos abertos
Para o meu Rio abencoado

Refrao:

Tem a Roda do Quilombo
Quem comanda é o nacional
Medeiros já foi embora
Hoje chora o Berimbau

Refrao:

Quando chega o mes de outubro
Tem a festa da penha
Olha lá só joga bamba
Pau é pau, madeira é lenha

Refrao:

Tem a Roda do subúrbio
Pra quem é capoeirista
Mas se quer Roda de Bamba
Vái lá no Mestre Camisa

Refrao:

Meu Rio de Janeiro
Cidade igual nao há
Recebeu Artur Emídio
Mucunge e Paraná

Refrao:

O meu Rio de Janeiro
De voce nao esqueco nao
Cidade maravilhosa
Mora no meu coracao